Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Margarida Diogo Barbosa

Um blogue que aborda os recursos humanos numa perspectiva de todo.

03
Jan21

Ler: Resolução de Ano Novo

Autor Imagem: chuttersnap

Acompanhar um profissional a desenvolver boas práticas de carreira e pesquisa de emprego não é um trabalho técnico, mas uma relação one-to-one que assenta exclusivamente na confiança mútua. Sem dúvida que existe troca de informação e conhecimento, mas a experiência nesta área diz-me que o profissional só assume como "seu" o conhecimento que advém de uma fonte na qual confia, o conselheiro de carreira portanto.

Esta relação de confiança extravasa em larga escala o âmbito meramente profissional e a verdade é que existem muitos casos em que o sucesso na carreira - ou ausência dele - é apenas um reflexo de algo que acontece noutras dimensões, a pessoal por exemplo. Desta forma, é inevitável que este especialista, como é o meu caso, tenha de caminhar em território mais individual, particular e pessoal estabelecendo uma relação profissional que vai muito para além do contexto de gestão de decisões meramente do âmbito organizacional.

Muitos profissionais que acompanho sabem o quanto adoro ler e a importância que dou ao conhecimento e à informação como forma de empowerment, não apenas profissional, mas também a nível pessoal. Se podemos ter acesso à informação que nos dá a "rede" de conhecimento para sermos capazes de tomar decisões fundamentadas e inteligentes, então não há motivo algum para o deixarmos nas mãos de outros. Esta necessidade de nos apoiarmos na informação corre todas as suas dimensões, a mais abstracta, mas também a mais concreta e que pode por exemplo ser o conhecimento real e prático do que é o mercado de trabalho em Portugal. Quanto mais conhecemos do nosso mercado de trabalho, mais somos capazes de desenvolver e implementar estratégias eficazes de pesquisa de emprego, não apenas em função da nossa realidade imediata, mas em função da realidade lá fora.

Ao longo dos anos, e porque adoro ler, foi através desta via que fui adquirindo o nível de informação que hoje aplico em forma de conhecimento e experiência concreta nas minhas sessões de gestão de carreira. Mas a verdade, e muitos me têm feito essa pergunta, é que embora eu leia praticamente todos os géneros literários, eu não dedico muito tempo aos livros da minha área profissional, os recursos humanos. E não leio porque eu não aprecio o tipo de informação que já nos vincula ao "pensamento feito" e ao paradigma vigente, preferindo por isso livros que contextualizam em termos históricos, que nos incitam a fazer perguntas e sobretudo os que nos permitem questionar a realidade à nossa volta. Ou então os que simplesmente nos levam para uma outra realidade, a da fantasia e a da imaginação.

O facto de não ler livros da área dos recursos humanos, coaching ou sequer de desenvolvimento pessoal levou a que muitos me perguntassem afinal o que leio e onde invisto tanto tempo da minha vida pessoal. 

Em 2020, desafiei-me a ler 52 livros durante o ano, ou seja 1 por cada semana, mas verdade seja dita que me entusiasmei e acabei por ler 84. Este ano, e mesmo não tendo por hábito de me focar em quaisquer resoluções de ano novo, decidi ainda assim lançar um desafio um pouco mais arrojado: ler 100 livros durante o ano de 2021.

O desafio obviamente não é apenas para meu próprio entretenhimento, mas ajudar-me-á a responder aos profissionais que acompanho profissionalmente e que querem saber o que leio e porquê. Talvez alguns se surpreendam. 

Pode acompanhar o meu desafio de leitura no Goodreads, deixando inclusive aqui algumas recomendações. Lembre-se que ler é uma excelente terapia também! 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Biografia

Este blogue é o resultado do meu percurso enquanto especialista em recursos humanos.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D