Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Margarida Diogo Barbosa

Um blogue que aborda os recursos humanos numa perspectiva de todo.

08
Jan21

A biografia profissional e o Curriculum Vitae

headway-5QgIuuBxKwM-unsplash.jpg

Consigo imaginar, está sentada ou sentado na mesa da sala, a mesma que passou a ser o seu escritório quando veio para casa em teletrabalho, a tentar visualizar o seu novo curriculum vitae. O que gostava que fosse no fim do esforço hercúleo que está prestes a dedicar-lhe. É a sua sina. Cada vez que um novo ano se inicia decide que agora é que é, mas sejamos honestos aqui que ninguém nos ouve, fazer um curriculum vitae é um pincel e nunca sai como o imaginámos na mesa da sala, naquela fracção de segundos antes de empurramos para um canto o portátil e os papéis para pôr a mesa para o jantar.

Eu sou especialista em desenvolvimento de carreira e pesquisa de emprego, mas acima de tudo já fui candidata e profissional à procura de novas oportunidades em muitas ocasiões e sei bem o que sente, mas se ainda está sentado na mesa da sala à espera de que eu lhe dê a solução mágica para o seu dilema, então deixe-me dizer-lhe que se quer um bom curriculum vitae não pode começar por ele. Pronto, agora é que fica a pensar que se lixe o novo, actualiza o velho, e não perde mais tempo porque o jantar está quase pronto e as crianças já conseguiram destruir metade da sala.

Verdade, pode ser esse o caminho. Conforme-se e a sua carreira será o produto do seu conformismo. É uma solução, mas como eu costumo dizer, cada um tem o que merece. Ou…ou então lê este artigo até ao fim e presta atenção às dicas que lhe vou dar sobre o que é um curriculum vitae à séria! Daqueles em que você chega à entrevista e sabe bem ao que vem e ao que vai…já agora.

Se quer desenvolver um bom documento de apresentação profissional ponha os olhos no caso do Procurador João Guerra, evite as “notas internas” e aposte as suas fichas todas na construção séria, honesta e detalhada da sua biografia profissional. É por aí que o caminho se inicia. Olha para todas as suas experiências profissionais e pessoais (voluntariado, hobbies, actividades) e escreve-as de forma minimamente organizada. Organização pode significar coisas diferentes para pessoas diferentes, mas diria que o critério temporal pode ser uma solução simples e objectiva para seguir um caminho lógico.

A construção da biografia profissional demora tempo porque na realidade é um processo de desenvolvimento pessoal per si, portanto proponha-se a escrever por partes e seguindo a lógica de “um dia de cada vez”. Aos meus profissionais eu deixo dois avisos, não há limite de tempo e não há limite de páginas. Quando o seu caminho estiver concluído, inclusive a descrição do número de cafés que bebe no local de trabalho como desculpa para não aturar o manager ou o colega que acha que tem as soluções para as enfermidades do futebol, escolha um template porque a primeira fase do processo já concluiu.

Lembre-se que se a sua biografia profissional tem cinquenta páginas, o curriculum vitae não pode ser um copy paste, mas antes uma escolha que vai fazer e que vai defender na entrevista de emprego. Ora, eu explico, no curriculum vitae deve ficar espelhado a sua resposta a três perguntas: Quem eu sou? (globalmente) O que sei fazer? (profissionalmente) E o que quero fazer? (motivações). O que vai transpor para o template escolhido é o resultado de um trabalho de auto conhecimento que a esta altura já deve estar feito, pois no documento deve ficar reflectido quer os descritivos funcionais como também os achievements e concretizações profissionais mais relevantes e que sustentam as responsabilidades e tarefas inerentes às funções.

Mais uma vez, o curriculum vitae demora tempo e se fizer a coisa bem feita vai pôr algumas vezes a mesa para o jantar antes de dar o processo por concluído. Um bom curriculum vitae é desenvolvido por fases que envolvem modificações, retirar e incluir informação e sobretudo muitas correcções até chegar à versão que lhe vai permitir defender os seus “argumentos profissionais” ou a resposta às três perguntas já aqui mencionadas.

Ao longo destes dezassete anos na área dos recursos humanos percebi que o processo de desenvolvimento de um documento de apresentação profissional está sujeito, como tudo à nossa volta e em nós, à erosão do tempo, mais concretamente da memória. O que na prática acontece é que os profissionais acabam por criar documentos com descritivos funcionais muito resumidos, pobres do ponto de vista do valor que trazem para as organizações e até repetitivos como se de repente tivessem sido acometidos por uma grave crise de amnésia profissional e precisam colocar as mesmas frases em todas as funções, mesmo que uma tenha sido de gestor de compras e outra de designer gráfico. Porquê? Porque simplesmente não se lembram de tudo o que já fizeram. É normal e aceitável.

Com a construção prévia da biografia profissional vai ficar com um descritivo detalhado e transversal a toda a sua experiência profissional que lhe vai permitir explorar correctamente as suas mais-valias no curriculum vitae, mas também - e é aqui que me agradece – vai ficar com um documento que o vai ajudar a preparar-se para as entrevistas de emprego futuras. Tudo está encadeado e interligado.

Para uns o processo é duro e muito frustrante, para outros é um caminho em direcção à luz. Independentemente do que vai sentir, é necessário não se defender do processo e propor-se a fazer esta construção pessoal e profissional.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Biografia

Este blogue é o resultado do meu percurso enquanto especialista em recursos humanos.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D